segunda-feira, 20 de junho de 2011

Foxconn posterga para setembro produção de iPads no Brasil

Por problemas de infra-estrutura e dificuldade de encontrar mão de obra qualificada, a fabricação do iPad --tablet da Apple-- no Brasil pela Foxconn será atrasada em um mês. A informação foi dada  pelo ministro de Ciência e Tecnologia, Aloizio Mercadante.

A mesma empresa também irá fabricar iPhones no Brasil.

Pelo cronograma inicial, a fábrica começaria a operar no fim de julho --agora, só deverá iniciar a produção no fim de agosto. 

Mercadante disse que um acesso à fábrica, que será feito pela prefeitura de Jundiaí, não ficou pronto, o que compromete o escoamento da produção. Além disso, a Foxconn demorou para recrutar os engenheiros que serão necessários à operação. 

De acordo com o ministro, 175 engenheiros foram contratados e serão levados à China para estágio. Mais 200 ainda terão que ser contratados. Mercadante credita o problema à "escassez de mão de obra em algumas áreas". 

Ainda assim, o atraso não preocupa o ministro. 

"Não faz diferença um mês a mais ou um mês a menos", disse. "Quem quiser comprar tablet mais barato vai ter que esperar mais um pouco". 

Oito empresas teriam demonstrado interesse em fabricar tablets no Brasil. Entre elas, segundo Mercadante, estão Samsung, Semp Toshiba, Apple, HP e Positivo. 

O governo está oferecendo 31% de isenção em impostos federais para a fabricação do equipamento. Em troca, os fabricantes têm que comçar a operar com 20% de componentes fabricados no Brasil. E, em três anos, chegar a 80% de componentes nacionais.

Somados aos impostos estaduais e municipais, segundo Mercadante, o tablet brasileiro terá redução de 40% no valor, graças ao desconto de impostos. 

"Acho que até o final do ano teremos muitos tablets verde-amarelos no Brasil", disse. 

NATAL
Mercadante afirmou que," provavelmente até o Natal", os consumidores brasileiros terão iPads e iPhones fabricados no Brasil. 

Na mesma ocasião o ministro havia dito que a intenção da Foxconn é iniciar a produção de iPhones no mês que vem. 

Reportagem da Folha, publicada em 06 de maio, informava que o dono e presidente da Foxconn, Terry Gou, mandou uma carta para a presidente Dilma Rousseff declarando que a empresa tinha a intenção de antecipar de novembro para julho o início da montagem do iPad e do iPhone no Brasil. 

A produção brasileira do tablet e do smartphone da Apple faz parte da estratégia de ampliação da presença da gigante taiwanesa no Brasil. 

Nesta semana, questionado sobre os R$ 12 bilhões a serem investidos pela Foxconn no país em cinco anos, Mercadante disse que trata-se de uma segunda etapa, ainda sem prazo para acontecer. 

FABRICAÇÃO NACIONAL
Segundo Mercadante, 13 empresas já se inscreveram para fabricar os tablets no Brasil com a isenção tributária proposta pelo governo e oito delas já conseguiram aprovação. 


Temos como intuito postar notícias relevantes que foram divulgadas pela mídia e são de interesse do curso abordado neste blog. E por isso esta matéria foi retirada na íntegra da fonte acima citada, portanto, pertencem a ela todos os créditos autorais

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens Recentes: