quarta-feira, 23 de maio de 2012

Brasil, segundo em usuários, tem anúncios mais baratos


Apesar de o Brasil ser o segundo em usuários do Facebook no mundo, o site não capitaliza essa audiência. Enquanto os cliques das Ilhas Virgens Americanas remunera o Facebook em R$ 0,78, atingindo 7.900 pessoas, no Brasil, que tem 47 milhões de usuários, o preço é R$ 0,54.

O levantamento feito pela Folha a partir dos preços sugeridos pelo Facebook em leilões de anúncios. Como o anunciante faz uma oferta e concorre com empresas que propõem anúncios similares, quanto maior a procura, mais alto o preço.

A publicidade é a principal fonte de receita do Facebook, que abriu capital anteontem e levantou US$ 16 bilhões.

Segundo especialistas ouvidos pela Folha, o baixo preço cobrado no Brasil é uma estratégia da rede social para ampliar a baixa penetração da rede entre a população brasileira, de 23%. Ampliar a base de usuários em mercados como o do Brasil é uma meta pós-IPO.

Como não produz conteúdo, o Facebook, ao cobrar pouco pelos anúncios, conta com o poder de atração dos conteúdos veiculados por empresas.

"O Facebook cobra custos baixos para estimular a entrada das marcas", diz Gustavo Fortes, sócio da agência digital Espalhe.

"O risco é a rede nunca mais conseguir levantar esse valor sem afastar as empresas", afirma Roberto Eckersdorff, VP de Fornecedores do IAB (Internet Bureau Advertising)

Fonte: Folha SP
HELTON SIMÕES GOMES
COLABORAÇÃO PARA A FOLHA 
Temos como intuito postar notícias relevantes que foram divulgadas pela mídia e são de interesse do curso abordado neste blog. E por isso esta matéria foi retirada na íntegra da fonte acima citada, portanto, pertencem a ela todos os créditos autorais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens Recentes: